top of page

METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

Ednilson Sergio Ramalho de Souza

ISBN: 978-65-5889-012-6
DOI: 10.46898/rfb.9786558890126

Sinopse

Aos leitores e leitoras,
A necessidade de publicações sobre metodologias ativas fica evidente no mundo (pós) pandemia de hoje, em que a tecnologia se fez presente de maneira massiva nas tarefas didáticas de ensino-aprendizagem, seja de Ciências, de Matemática ou de outra disciplina escolar. Como fazer para que o estudante exerça papel ativo, especialmente na frente do computador? Talvez essa seja a pergunta de muitos professores nesses tempos difíceis...
Esse livro não procura responder a tal pergunta, mas tenta mostrar caminhos traçados por diversos professores, caminhos que podem levar a uma metodologia ativa, ou seja, uma metodologia em que o estudante realmente seja o protagonista da aprendizagem, deixando de ser aquele aluno (sem luz) que apenas escuta e pouco questiona ou faz em sala de aula.
Desse modo, o livro é composto por 12 (doze) capítulos escritos por professores e acadêmicos da área do ensino de ciências e matemática. Vale ressaltar que os capítulos, embora não tenham sido organizados por áreas temáticas, formam um mosaico de possibilidades que se harmonizam organicamente nos complexos temas aqui tratados.
Compõe este organismo de discussões o Capítulo 1, A RELAÇÃO CIÊNCIA – TECNOLOGIA – SOCIEDADE (CTS) NO ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA NA REDE FEDERAL DE EPCT, autoria de SOUZA, Fábio Lustosa; VAZ, Felipe Rodrigues e AGUIAR-SANTOS, Deusivaldo, em que se aborda as inter-relações existentes entre o tripé Ciência –Tecnologia – Sociedade (CTS) nas questões educacionais modernas e suas implicações na educação profissional, cujo ensino é preconizado pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica sob a condução do Ministério da Educação.
No Capítulo 2, MÉTODO DE INTEGRAÇÃO DE FUNÇÕES EXPONENCIAIS NÃO ELEMENTARES UTILIZANDO INTEGRAIS ITERADAS DE FUBINNI, autoria de SARAIVA, Odirley Willians Miranda, demonstra-se um método criado para se calcular primitivas de integrais exponenciais não elementares a partir de uma técnica utilizando o processo iterativo de Fubinni aplicado em integrais de ordem superior.

Em PERSPECTIVA TEÓRICA DE BROUSSEAU: UMA POSSIBILIDADE PARA A ABORDAGEM DA DIVISÃO COM ALUNOS DE SEXTO ANO, Capítulo 3, autoria de PEREIRA, Celia Alves; ROCHA, Zenaide de Fátima Dante Correia e CARGNIN, Claudete, apresenta-se a experiência do desenvolvimento de uma atividade de sondagem na perspectiva teórica de Bousseau por meio de uma tarefa, com o intuito de oportunizar aos alunos uma abordagem diferenciada acerca da retomada do conteúdo operação aritmética de divisão.

Os autores RIBEIRO, Iracema Sbizera dos Santos e ROCHA, Zenaide de Fátima Dante Correia em FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES A PARTIR DE UM GRUPO DE TRABALHO COM CARACTERÍSTICAS COLABORATIVAS, Capítulo 4, investigam os efeitos de um curso de formação continuada para professores da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental para o ensino do conteúdo de divisão por meio do desenvolvimento dos sete processos mentais básicos.
A LAN HOUSE CONTROVERSA: UMA ABORDAGEM DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA ATRAVÉS DE FUNÇÕES POR PARTES, autoria de SANTOS, Luiz Gustavo Martins dos; JESUS, Eliane Alves de; ASSIS, Érika Helena e SILVA, Elisa Fonseca Sena e, é o Capítulo 5 em que se sugerem abordagens de Educação Financeira através de situações envolvendo funções definidas por partes, continuidade e função injetora, cujo pano de fundo é uma Lan House controversa na qual, em alguns momentos, o cliente fica mais tempo e paga um valor menor.
No Capítulo 6, METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO DE FÍSICA, os autores SOUSA, Luisa Helena Silva de; NASCIMENTO, Júlio Nonato Silva e FILHO, Damião Pedro Meira, realizam um estudo teórico/bibliográfico sobre as legislações, diretrizes e orientações de abrangência e vigência nacional, bem como apresentam experiências e vivencias educacionais exitosas e motivadoras, desenvolvidas por meio de projetos de ensino, extensão e pesquisa, projetos estes focados na aprendizagem significativa, as quais estão direta e intimamente associadas ao campo de pesquisa das metodologias ativas.
No Capítulo 7, UTILIZAÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA COMPREENSÃO DE DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS - ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA: UM ESTUDO DE CASO, os autores COSTA, Caroline Christine Pincela da; BARROS, Jéssica Barletto de Sousa; LIMA, Nayane Soares; CAMPOS, Jessica da Silva; SANTOS, Rodrigo da Silva e REIS, Angela Adamski da Silva objetivam a inserção do aluno como agente efetor de seu próprio aprendizado, retirando-o do papel passivo de recebimento de conhecimento e colocando-o como protagonista em seus estudos.
Os autores JESUS, Gledson de Lucas Silva de; MARINHO, Newton César Lima; SOUSA, Carolina do Valle Monteiro de; LIMA, Keven dos Santos e IKETANI, Gabriel no Capítulo 8, METODOLOGIA ATIVA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE GENÉTICA: O JOGO TRISSO-UNO, apresentam o jogo didático “Trisso-UNO” como forma de apresentar uma contribuição para melhoria do o ensino/aprendizagem de genética.

Em ANÁLISE DA ATIVIDADE EXPERIMENTAL NO ENSINO DE FÍSICA: A REALIDADE EM UMA SALA DE AULA, Capítulo 9, os autores SOUZA, Aguinaldo Tananta de; PEREIRA, Ralcleymar da Silva; SOUZA, Alex Tananta de e SILVA, Raylane Dias da apresentam uma análise qualitativa e quantitativa sobre as atividades experimentais no ensino de física, tendo como objetivo analisar sua importância no processo de ensino-aprendizagem.
No Capítulo 10, SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE MEDIDAS DE TEMPO NAS SÉRIES INICIAIS, os autores HONORATO, Agda Isabele Gonsalves; AMANCIO, Joenneyres Raio de Souza; FERREIRA, Williane Costa discorrem acerca das contribuições de recursos manipulativos, audiovisuais e jogos para o ensino de medidas de tempo, mediante uma experiência em uma turma do 2° ano do Ensino Fundamental I no município de Campo Alegre – AL, onde a Sequência Didática (SD) foi utilizada como ferramenta para o ensino-aprendizagem de Matemática.
No Capítulo 11, ANÁLISE DE (POSSÍVEIS) FAKE NEWS RELACIONADAS À ALIMENTOS POR MEIO DE METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM, autoria de MACHADO, Isaac Felipe; SCANDELAI, Guilherme Augusto Basconi; MARCONDES, David Lucas Zegolan; ROMERO, Adriano Lopes e ROMERO, Rafaelle Bonzanini, desenvolveram oficinas fake news, em diferentes situações de ensino, relacionadas às gelatinas utilizando uma combinação de atividades de leitura de textos de divulgação científica, análise sensorial, análise e reflexão de rótulos de gelatinas, predição computacional de efeitos tóxicos.
Por fim, no Capítulo 12, DOMINÓ TRIGONOMÉTRICO: CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA, os autores FERREIRA, Williane Costa; HONORATO, Agda Isabele Gonsalves e AMANCIO, Joenneyres Raio de Souza relatam uma experiência em uma turma do 1º ano do Ensino Médio, numa escola da Rede Estadual de Ensino de Alagoas propiciada por uma oficina com Dominó Trigonométrico.
Espero que esse livro possa, de alguma maneira, contribuir para o ensino e aprendizagem de Ciências e de Matemática numa perspectiva em o estudante seja ativo e participativo em sala de aula.

Data de publicação:

19 de janeiro de 2021 01:10:42

Gostou? Comente!
Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Adicionar avaliação
Share Your ThoughtsBe the first to write a comment.
bottom of page