top of page

INSERÇÃO DA FISIOTERAPIA NO AMBIENTE ESCOLAR

Pesquisas em Temas de Ciências da Saúde

Berg Mickael Alexandre Santos
Cristiano Costa Santana
Rafaela Correia Costa Magalhães

DOI: 10.46898/rfb.

6a112e06-745c-4a22-8435-89cb8c69b15f

Sinopse

Este estudo foi baseado no método qualitativo de pesquisa, iniciando-se pelo tema formado teóricamente por meio de pesquisas bibliográficas e analíticas relacionadas, obtendo-se como meios de fundamentação teórica revistas científicas e acadêmicas que encontram-se nas plataformas de base de dados e estudos SCieLo e Google Acadêmico, com status disponíveis de forma on-line, no respectivo tempo de 2007 à 2019, na língua portuguesa (Brasil). Entende-se que a atuação da fisioterapia em ambientes educacionais, especificamente nas escolas, ainda é tímida quanto ao conhecimento que as escolas fornecem sobre a importância, recursos de qualidade de vida para os alunos desde a prevenção até a reabilitação por meio da fisioterapia, estima-se que 20% da infância, ou seja, 5-6 anos, tem incidência de desvio de postura, sendo que na adolescência, a partir dos 10 anos é dita a maior incidência, também pela forma incorreta de desvio de postura nessa faixa etária gesto, levantando alarmes sobre questões de saúde pública. O objetivo geral desta revisão da literatura é apresentar as evidências para a fisioterapia em ambientes escolares de maneira educacional e informativa, para fornecer conhecimento e compreensão da fisioterapia além da reabilitação e terapia e, em seguida, para os objetivos da qualidade do atendimento. A vida de cada indivíduo.

Data de submissão:

31 de maio de 2023 15:17:50

Data de publicação:

12 de junho de 2023 18:45:27

Gostou? Comente!
Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Adicionar avaliação
Comparte lo que piensasSé el primero en escribir un comentario.
bottom of page