top of page

Assistência em Saúde Mental às Mulheres em Situação Prisional a Luz da Teoria Das Relações Interpessoais de Peplau

Pesquisas em Temas de Ciências da Saúde

Camile Moreira Sampaio Santo Silva
Dayane Cristina Viera Gomes
Ana Lívia Castelo Branco

DOI: 10.46898/rfb.

595538b9-d9a5-442c-b46f-03f7bbfa58fa

Sinopse

As detentas possuem baixa ou nenhuma assistência no âmbito da saúde mental, com escasso acompanhamento psicológico, ainda estão expostas a um ambiente insalubre e superlotado. Nessa perspectiva, destaca-se a atuação da enfermagem embasada na teoria das relações interpessoais de Peplau, devido ação transformadora do vínculo terapêutico paciente e profissional de enfermagem. A pesquisa teve como objetivo identificar na literatura científica evidências sobre a assistência em saúde mental às mulheres em situação prisional, e refletir os resultados à luz da teoria das relações interpessoais de Peplau. Notou-se altos índices de sintomas de ansiedade e depressão entre as encarceradas, com isso, a enfermagem guiada pela teoria de Peplau deverá realizar um cuidado centrado na paciente, buscando analisar suas necessidades e dificuldades, ademais, incentivando o autocuidado e enfrentamento do sofrimento psíquico.

Data de submissão:

23 de novembro de 2023 00:09:40

Data de atualização:

11 de dezembro de 2023 20:18:46

Gostou? Comente!
Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicionar avaliação
Compartilhe sua opiniãoSeja o primeiro a escrever um comentário.
bottom of page