top of page

ABORDAGEM DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS QUANDO VINCULADAS A BOA RELAÇÃO MÉDICO PACIENTE

Pesquisas em Temas de Ciências da Saúde

Erik Bernardes Moreira Alves
João Vitor de Almeida Cardoso
Sarah Luiza Santos Rocha
João Vitor Tavares França
Gustavo Tavares de Mello Maruco
Lorena Martins Nagata
Isadora Thaynara Dias Pinheiro
Michelle Marques do Vale
Alberto Lopes Ribeiro Júnior
Marcielle Francisca Capanema Santana
Júlia Landim Silva Lima
José Coelho da Silva Neto

DOI: 10.46898/rfb.

30dc5555-c0b6-4bcb-8303-462fa49d7549

Sinopse

Estabelecer a importância da relação médico-paciente no contexto das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) e de que forma isso interfere no modo de lidar com a doença e na adesão ao tratamento. Revisão bibliográfica: O individuo com DCNT precisa não só de um tratamento medicamentoso, mas de uma mudança no estilo de vida, e para que se obtenha um resultado satisfatório é importante que ele entenda o curso e as complicações decorrentes da doença, além de ter um plano terapêutico que se adapte a sua individualidade. Para alcançar esse objetivo, é importante que se estabeleça um vínculo de confiança entre médico e paciente, sendo para isso necessário os esforços e habilidades do profissional de saúde para se moldar às particularidades de cada individuo. Considerações finais: É evidente, então, a importância de ensinar aos estudantes da área de saúde a ver os pacientes como um todo, cada um com suas especificidades, e a tratar de pessoas, não de doenças.

Data de submissão:

14 de março de 2023 17:35:10

Data de publicação:

30 de março de 2023 00:28:28

Gostou? Comente!
Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Adicionar avaliação
Share Your ThoughtsBe the first to write a comment.
bottom of page